Rosemary Arruda

Tão profundo quanto meu próprio eu!

Textos

VOCÊ TEM RESERVA NO CÉU?
Um assunto um pouco assustador, ou extremamente assustador já que se manifesta na retirada do ser humano da mãe terra, de onde veio e para onde voltará. Todos querem herdar o céu, porém ninguém quer morrer, mas para isso é necessário morrer. E não se trata apenas da morte física, mas sim morrer para Cristo, deixar os apegos materiais para trás, a arrogância, a falta de humildade, a competitividade, os atrativos da globalização. O homem corre sua vida toda atrás de poder, dinheiro e status, coisas absolutamente desnecessárias e totalmente dispensáveis para herdar os céus. Sim, há a necessidade do trabalho, do ganha pão para o sustento da família, mas não há a necessidade de se viver pelo dinheiro, de se largar o filho sozinho e tentar compensar sua ausência dando-lhe tudo e  criando-o sem estrutura moral alguma, onde não há limites. Não é fácil morrer em Cristo.

Imagino que na salvação sejamos surpreendidos por três grandes sustos: o primeiro “Eu fui salvo e estou aqui!”, o segundo “Cadê fulano, tão temente a Deus e fiel à igreja” e o terceiro susto “Fulano está aqui? Como assim?”. A salvação é individual. No grande dia não teremos advogados para nos defender e sim somente um grande juiz.

Jesus no livro de Lucas 14, 16-20 compara o Reino dos céus com a parábola do banquete "Um homem deu uma grande ceia e convidou muitas pessoas. E à hora da ceia, enviou seu servo para dizer aos convidados: Vinde, tudo já está preparado. Mas todos, um a um, começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um terreno e preciso sair para vê-lo; rogo-te me dês por escusado. Disse outro: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las; rogo-te me dês por escusado. Disse também um outro: Casei-me e por isso não posso ir." O reino do céu é para toda a humanidade e Deus continua fazendo o convite, porém, como na parábola do banquete, muitas desculpas são dadas e as pessoas trocam as coisas de Deus pelos atrativos do mundo. O convite vem de Deus nos céus, mas são muitos os obstáculos para a aceitação e maiores ainda as justificativas. O céu encanta e sua beleza impressiona. Imagine ter passagem para ele. Por isso, Jesus Cristo o compara a uma festa.

O que nos afasta do Reino de Deus é o pecado, porém, temos várias passagens na Bíblia que nos estimulam a procurar a salvação e buscar uma reserva no céu. No livro de (I Coríntios 2,9) diz que "Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou, tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam”. Imagine quantas bênçãos Deus tem preparado para a humanidade, mas para isso, devemos nos libertar do pecado e essa libertação recebe o nome de Jesus Cristo que pagou o preço pelos nossos pecados através do derramamento de seu sangue na cruz.

A Bíblia é muito clara tanto no convite que nos leva à salvação através da transformação e aceitação quanto dos que não crêem e participam do fogo eterno. "Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os difamadores, nem os assaltantes hão de possuir o Reino de Deus." (I Coríntios 6, 9-10).

"Ora, as obras da carne são estas: fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, superstição, inimizades, brigas, ciúmes, ódio, ambição, discórdias, partidos, invejas, bebedeiras, orgias e outras coisas semelhantes. Dessas coisas vos previno, como já vos preveni: os que as praticarem não herdarão o Reino de Deus! Não sejamos ávidos da vanglória. Nada de provocações, nada de invejas entre nós” (Gálatas 5, 19-21 e 26). "Ao contrário, o fruto do Espírito é caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura, temperança. Contra estas coisas não há lei" (Gálatas 5, 22-23).

"Os tíbios, os infiéis, os depravados, os homicidas, os impuros, os maléficos, os idólatras e todos os mentirosos terão como quinhão o tanque ardente de fogo e enxofre, a segunda morte” (Apocalipse 21, 8).

O livro de Apocalipse é muito temido, pois é visto como revelação futura do fim dos tempos, porém, nele vemos a grandiosidade da cidade celestial relatada por João que a descreve como uma cidade cheia do brilho de pedras preciosas e jaspes claros como os cristais, onde o rio da água viva corre livremente e a árvore da vida que dará fruto mensalmente e suas folhas serão para a cura das nações (Apocalipse 22, 1-2).

"Felizes aqueles que lavam as suas vestes para ter direito à árvore da vida e poder entrar na cidade pelas portas." "Ficarão de fora os cães, os envenenadores, os impudicos, os homicidas, os idólatras e todos aqueles que amam e praticam a mentira!" (Apocalipse 22, 14-15).

Como ter reserva no céu? "Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão." (São Lucas 13, 24). “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua família" (Atos dos Apóstolos 16, 31). "Mas a todos aqueles que o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus" (São João 1, 12).

Quem não almeja habitar numa cidade iluminada pela presença de Deus, onde dia e noite não serão mais necessários nem o sol e nem a lua para iluminar, porque a glória de Deus a ilumina, e a sua luz é o Cordeiro.

O segredo para ter reserva no céu é viver uma vida de santidade, ou seja, é preciso fazer a vontade de Deus.

"A graça do Senhor Jesus esteja com todos." (Apocalipse 22, 21).
Rosemary Arruda
Enviado por Rosemary Arruda em 30/07/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras